FÁBRICA DE SOFTWARE E OUTSOURCING

SAIBA COMO CONTRATAR UMA FÁBRICA DE SOFTWARE COM SEGURANÇA

Desenvolver Softwares Específicos é o nosso negócio! Baseado em nossa experiência de mais de 14 anos, seguem algumas dicas... CONTINUAR LENDO

VALORES DA DB1

Na DB1 Global Software vivem pessoas que acreditam ser responsáveis e que acreditam ter influência em tudo o que ocorre à sua volta (locus de controle). Pessoas que investem no crescimento profissional e humano, para que sejam felizes e realizadas. Somos insatisfeitos com o status quo. Tudo pode ser melhorado, mesmo... CONTINUAR LENDO

<CÉLULAS DE PRODUÇÃO POR SEGMENTO COM EQUIPE FIXA ESPECIALIZADA>

Na DB1, além de especialistas em metodologia e tecnologias para desenvolvimento de software, nos diferenciamos por termos analistas, arquitetos, programadores e testers capacitados no seu segmento de negócio, trabalhando por anos focados somente em um segmento, conseguindo assim aumentar a velocidade de entrega e qualidade do software com menos esforço e custo, e o que é mais importante: entregando certo da primeira vez, sem retrabalho.

SEGURADORAS

PROGRAMADORES ESPECIALIZADOS E FOCADOS, COM TREINAMENTO DA FUNENSEG.

INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

FOCADA EM COOPERATIVAS DE CRÉDITO E INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE MÉDIO PORTE.

AGRONEGÓCIO

4 DAS 10 MAIORES COOPERATIVAS DO BRASIL SÃO CLIENTES DB1.

<CESTA DE TECNOLOGIAS>

LINGUAGENS/ARQUITETURA

PROJETOS/METODOLOGIAS

BANCO DE DADOS

MOBILE DEV.

<CASES>

RESULTADOS

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • JAVA
  • HTML 5 / Javascript
  • SCRUM
  • SQL Server
  • MySQL

PLATAFORMAS UTILIZADAS

Problema: O sistema de cobrança bancária, uma das principais fontes de receita das cooperativas de crédito do estado do Paraná, tinha uma vida útil de menos de 1 (um) ano, considerando o aumento de volume de transações mensais.

Desafio:
Mudar a arquitetura e realizar evoluções para estender a vida útil do sistema para pelo menos 4 (quatro) anos, para que existisse tempo hábil de desenvolver uma nova aplicação.

Equipe: 4 Programadores DB1, com dedicação exclusiva no projeto, com conhecimento em Java e em SQL Server, com sólida experiência em arquitetura de aplicação de missão crítica e segurança de informações bancárias.

Metodologia: SCRUM

Resultado:
Após 6 meses de trabalho foi lançado nova versão do sistema de cobrança, que refeito as análises teria vida útil total prevista para 5 anos. Tempo suficiente para desenvolver um novo produto de cobrança bancária.

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • Delphi
  • PMI
  • SCRUM
  • Oracle
  • MS SQLServer

PLATAFORMAS UTILIZADAS

O Cliente: Softplan é uma empresa de sistemas para tribunais, com atuação em todo território nacional e mais de 1.500 colaboradores.

Problema: A crescente demanda de novas funcionalidades, bem como a necessidade de agilizar correções no sistema, aliado a dificuldade de encontrar profissionais capacitados em Santa Catarina - Brasil, gerou a necessidade da empresa desenvolver um processo de parceria com outras fábricas para permitir maior escala e redução de prazos de entrega.

Desafio: Montar uma equipe de desenvolvimento para trabalhar no ambiente de desenvolvimento da Softplan, porém a distância, com volume de entrega e qualidade igual ou superior a equipe interna. 

 Equipe: O projeto iniciou com uma equipe de 3 desenvolvedores Delphi seniores com conhecimento em Oracle, SQL Server e DB2 e atualmente conta com mais de 20 profissionais, entre líderes de equipe, testers e desenvolvedores.

 Resultado: O volume de entrega tem superado as entregas da equipe interna, com qualidade equivalente. Através de vários encontros e reuniões de melhoria contínua, o processo tem se tornado cada vez mais eficiente, avançando rapidamente na direção de resolver o problema.

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • .NET / C#
  • HTML 5 / Javascript
  • PMI
  • SCRUM
  • MS SQLServer
  • iOS
  • Android
  • Windows Phone

PLATAFORMAS UTILIZADAS

A Sancor Seguros do Brasil: A Sancor Seguros é a maior seguradora da Argentina, com operações em outros países da América Latina e Estados Unidos, iniciou a entrada no mercado Brasileiro em 2013.

A Sancor Seguros Brasil precisava oferecer um canal de vendas e gestão de seguros para os seus corretores e a DB1 foi contratada para construir um portal, onde os corretores tivessem autonomia para realizar todos os processos da corretora junto a seguradora, reduzindo trabalho interno e aumentando a agilidade de venda de seguros e atendimento dos segurados.

O desafio foi construir uma aplicação altamente escalável, integrado a plataforma de portais na Argentina e ao ERP atual da Sancor, com uma interface amigável e extremamente ágil para o corretor e operacionalizada em diversos dispositivos (PC, Tablets, Smartphones).

A DB1 estruturou e gerenciou um time composto de 1 Gerente de Projeto, 5 programadores .NET, 1 Arquiteto de Software, 2 analistas de negócio, 3 testers, 1 Scrum Master, 1 líder do projeto, 2 consultores em processos.

O método de gerenciamento desse projeto utilizou de conceitos de Gestão de Projetos baseados no PMBOK bem como na utilização de uma metodologia ágil baseada no SCRUM para entregar valor de forma mais rápida possível.

O resultado, a Sancor seguros tem um dos melhores portais de corretor do Brasil, segundo os corretores, trazendo um diferencial competitivo para a seguradora, além de ter se tornado, segundo a Presidência da própria Sancor Seguros do Brasil, algo extremamente importante para a estratégia de crescimento da Sancor Seguros no Brasil. 

A DB1 continua a manter e evoluir o produto até os dias atuais.



PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • Delphi
  • PMI
  • SCRUM
  • UML
  • Oracle

PLATAFORMAS UTILIZADAS

A TEL Telecom: Uma das maiores empresas de prestação de serviço para operadoras de telefonia, realizando construção, instalação e manutenção de redes e sistemas de telecomunicações. Com unidades no Brasil e toda América Latina,  possui mais de 11mil funcionários.   

O processo de gestão de materiais e serviços de um ERP de mercado, não atendia a necessidade da empresa. A título de exemplo, podemos citar o caso de materiais que ficam com os técnicos nos porta-malas dos carros de instalação e manutenção, estoque em clientes, padrões de consumo de materiais na execução de cada tipo de serviço, produtos retirados do estoque central e retornos, considerando centenas de locais de estoque que a TEL necessitava controla. A empresa vinha utilizado muitas planilhas para suprir deficiências de controle do ERP, o que gerava erros, retrabalho e riscos de fraudes, além do que impossibilitava a apresentação de informações em tempo real.

O desafio foi desenvolver uma solução de gestão de materiais da empresa e também dos seus clientes. Essa solução deveria controlar além do estoque de materiais físicos e volantes (material em poder dos técnicos), o fluxo, a rastreabilidade e aplicação deles por meio de processos desenvolvidos pelo setor responsável na empresa.

Essa solução também deveria estar totalmente integrada, e com o processamento em tempo real, com os principais módulos do sistema Microsiga, como: Financeiro, Contabilidade, RH, Fiscal, Ativo Fixo, Compras e principalmente o Estoque.

O projeto mobilizou equipes do cliente e equipes DB1, sendo que a equipe DB1 foi composta de 1 Gerente de Projetos,  3 desenvolvedores Delphi, 2 analistas de negócio, 1 tester.

A metodologia de trabalho para garantir o resultado positivo do projeto usou práticas contidas no PMBOK bem como metodologia de desenvolvimento ágil – SCRUM.

O projeto envolvia todo ciclo de criação do software, elicitação de requisitos, projeto e arquitetura, desenvolvimento, testes e entrega.

O tropeço.

 A DB1 subestimou inicialmente a complexidade do projeto (ambiente do cliente e tempo das pessoas chaves para obter os requisitos e tamanho da solução), assim o cronograma inicial de elicitação de requisitos atrasou, obrigando um novo replanejamento do projeto. Arcando com sua parte da responsabilidade, absorveu a parte que cabia a DB1 dos custos dessa falha e avançou para um replanejamento do projeto, compostos de duas fases de desenvolvimento e duas versões de produto que seriam entregues de forma incremental.

Esse projeto, teve um atraso em relação a expectativa original, porém após ter concluído a levantamento de requisito, um novo cronograma foi proposto, com datas firmes que foram cumpridas.

O resultado para nosso cliente, veio com a implantação do sistema em diversas unidades distribuídas no país e América Latina, na Argentina abrangendo todo o processo de gestão de materiais, reduzindo controles operacionais realizados em planilhas proporcionando maior agilidade operacionais e extração de informações gerenciais para a tomada de decisão e principalmente, eliminando chances de fraudes ou desvio do estoque. 

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • Progress 4GL
  • SAP ABAP
  • PMI
  • SCRUM
  • Progress DB

PLATAFORMAS UTILIZADAS

Cooperativa Agrária: Uma das maiores cooperativas agrícolas do Brasil, com mais de 3 bilhões de faturamento e mais de 1500 colaboradores, além de todos os processos de recepção, armazenagem e venda de produtos de cooperados, possui diversas indústrias com objetivo de gerar mais valor a seus cooperados. Uma das principais indústrias é a Agromalte, a maior maltaria da América Latina. 

Os sistemas desenvolvidos na década de 90, estavam defasados e em 2006 a DB1 foi contratada para desenvolver, juntamente com uma equipe da Cooperativa Agrária, um moderno e completo software que abrangesse as diferentes plantas industriais (Maltaria, Ração, Óleo, Moinho, Panificação, etc.) englobando todos os processos de chão-de-fábrica, estoques, comercialização e expedição do conglomerado industrial da cooperativa, com alto grau de automatização e integração com equipamentos, como balanças de fluxo e CLPs.

A estratégia, foi montar uma equipe mista, com colaboradores da DB1, que traria um conjunto de metodologias de gerenciamento e execução de projetos know-how em cooperativas agrícolas e também colaboradores da Cooperativa Agrária, que agregariam conhecimento de negócio da própria cooperativa ao time e facilitaria o processo de absorção do sistema pela equipe interna no futuro, além de oxigenar a equipe interna com novos e eficientes métodos de trabalho. Ao todo, foi estruturado uma equipe de 12 profissionais, entre analistas funcionais, desenvolvedores Progress, um gerente de projeto DB1 e um outro da Cooperativa Agrária, que faziam a gestão compartilhada do projeto.

A complexidade de integrar em um único sistema diversos processos de negócio (as indústrias são muito diferentes e especialistas), e desenvolver uma estratégia de gestão de estoque, onde pudesse solucionar questões de estoque físico (medido no silo) e contábil (notas fiscais), estoque de cooperados e de terceiros, da matéria prima ao produto acabado (para produzir o produto final se misturam diversos lotes, porém na venda tem que se saber a proporção de cada lote que foi utilizado para contabilização correta), exigiu muita inteligencia de arquitetura de sistemas e conhecimento de negócio para desenvolver uma solução escalável e flexível para suportar novos negócios futuros.

O projeto foi entregue no prazo, dentro do orçamento previsto, sendo um dos cases mais fortes de sucesso de projetos na Cooperativa. Sendo base para uma parceria que perdura a mais de 8 anos com um volume total entregue de força de trabalho de mais de 100mil horas de desenvolvimento ao longo desses anos, através de sucessivos projetos.

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • .NET / C#
  • HTML 5 / Javascript
  • PMI
  • SCRUM
  • MS SQLServer
  • iOS
  • Android

PLATAFORMAS UTILIZADAS

A Treetech: É uma empresa focada em sistemas e sensores para monitoramento e manutenção de ativos do setor elétrico, como grandes transformadores de subestações. Empresa altamente inovadora e com presença global. 

Já com uma forte cultura de terceirização do processo produtivo de equipamentos, preservando toda inteligência e arquitetura dos sensores na Treetech, foi natural para empresa a busca de um parceiro para levar o processo de gestão de ativos através de sensores automatizados a um novo nível. Assim os sensores são produzidos em uma Indústria terceirizada, e os softwares de gestão de ativos são desenvolvidos e mantidos pela DB1. 

O grande desafio nesse projeto foi de conseguir entender/receber as informações enviadas pelos sensores que ficam conectados nos ativos de subestações, tratar essas informações e de forma preventiva/preditiva tomar ações para evitar problemas nos equipamentos. Para conseguir atender essas questões, foram necessários a criação de diversas regras de negócio bem como a conversão de todas as boas práticas já utilizadas para a linguagem de computador. Além de estabelecer todo o fluxo de gestão de ordens de serviços baseados os diversos planos de manutenções existentes. O objetivo final é ter um software que antecipa problemas, baseado nos dados dos sensores, e envia os técnicos para realizarem manutenções preventivas, registrando todas essas interações de manutenção no software via tablets.

O projeto conta com um gerente de projeto e 6 programadores com fortes conhecimentos da plataforma .NET e arquitetura de aplicações, 1 programador Android, 2 testers, 2 Analistas Funcionais.

Os sistemas está em produção em empresas de distribuição de energia, gerando valor os clientes finais da Treetech, aumentando a disponibilidade das linhas de transmissão, evitando quedas de energia e multas da ANEL, através de um sistema que faz a gestão de todas as manutenções de forma preditiva.

PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • JAVA
  • Delphi
  • PL/SQL
  • HTML 5 / Javascript
  • Ruby on Rails
  • PMI
  • SCRUM
  • UML
  • Oracle
  • iOS
  • Android
  • Windows Phone

PLATAFORMAS UTILIZADAS

Prefeitura do Município de Maringá: Conta com mais de 370 mil habitantes, 35 unidades básicas de saúde, um hospital e um laboratório central. 

A Prefeitura do Município de Maringá, cidade sede da DB1, vinha passando por vários projetos de informatização sem sucesso. A secretaria tinha muitos problemas para gestão de estoque de medicamentos, problemas com fraudes nos estoques, exames sendo solicitados indevidamente, demora para atendimento do cidadão, problemas de registros e prontuários das pessoas, cidadãos buscando o mesmo medicamento em diferentes unidades, pessoas de outros municípios sendo atendidos com recurso da cidade e falta de informação sobre os problemas de saúde dos cidadãos ou gestão de epidemias, como a dengue.

Através de uma licitação pública, a DB1 foi selecionada e desenvolveu um projeto que abrange todos os processos da secretaria, entregando além do que foi licitado tanto em funcionalidades, quanto em ferramentas (cedeu seu framework que agiliza o processo de desenvolvimento e aumenta e potencializa os acesso a informações, como geradores de relatórios, para o Município de Maringá). Sempre com foco em resolver o problema do município e principalmente do cidadão.

O projeto teve alocação de desenvolvedores Delphi, Java e Mobile, analistas funcionais e gerente de projeto.

Como resultado, Maringá tem sido citado como referência nacional em gestão de saúde, inclusive sendo referenciado pelo próprio Ministro da Saúde em diversos eventos. Certamente gerando um ganho político para os gestores públicos, e de forma merecida, pois atualmente eles tem informações providas pelo software que permitem eles executarem ações de forma assertiva, reduzindo custos e aumentando a eficiência no atendimento da população. Outra característica forte do sistema é a implementação de rotinas anti-fraudes, que não permitem o médico dispensar medicamentos ou exigir exames que não sejam pertinentes ao diagnóstico, gerando uma economia de milhões de reais ao município.

Recentemente a DB1, cedeu todos os direitos autorais de sua propriedade, para que o município ceda o sistema para outras prefeituras gratuitamente, inclusive com códigos fontes, para que o projeto seja replicado em outros municípios e atenda de forma adequada mais cidadãos no Brasil.

<DEPOIMENTOS>

<CONQUISTAS>

Apoio em projetos sociais transformadores da comunidade em que estamos

Certificação reconhecida internacionalmente para desenvolvimento de software

Qualidade e Excelência em Gestão de Pessoas

Instituto Brasileiro da qualidade e produtividade

Prêmio Paranaense de Produtividade e Qualidade de Gestão (Avaliação com critérios da FNQ)

Prêmio de melhor solução de segurança

Softex - MpsBr nível A

Movimento em prol dos objetivos de desenvolvimento sustentável

<ESTRUTURA>

FOTOS REAIS DO AMBIENTE DE TRABALHO DB1CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR

<PALAVRAS DO PRESIDENTE>

É uma questão de lógica. A DB1 tem as mais altas certificações do mercado, portanto, tem qualidade de produção e gestão. Estamos entre as melhores empresas do Brasil para se trabalhar, portanto, temos talentos e produtividade. Atendemos 20 das 500 maiores empresas do Brasil, portanto, somos confiáveis. Para finalizar, nossa base é no interior do Brasil, onde o custo de vida é mais baixo, logo, temos o melhor preço.

CONTATO

*Todos os campos são obrigatórios

Deseja trabalhar conosco?

AVENIDA HORÁCIO RACCANELLO, NÚMERO 5410 - SOBRE LOJA

BAIRRO: NOVO CENTRO - CEP: 87020-035, BRASIL

MARINGÁ (Sede): +55 (44) 3033-6300 - CURITIBA: +55 (41) 4063-7089

SÃO PAULO: +55 (11) 4063-5970 - CUIABÁ: +55 (65) 4052-9014